Slideshow Image 1 Slideshow Image 2 Slideshow Image 3 Slideshow Image 4

SUCESSO DO ALMOÇO DA CAMPANHA

Postado em: 31/07/2011 - Notícias

A CDL Jovem de Caxias do Sul, agradece o envolvimento e o apoio de todos!!

O Evento foi um sucesso! E a campanha será também, sem dúvida!

Obrigado a imprensa que ajudou na divulgação, os integrantes que se esforçaram na venda de ingressos e no auxílio no almoço!

Um forte abraço!  

Deixe seu comentário

CDL Jovem promove o Almoço ‘’ Parada Obrigatória’’

Postado em: 14/07/2011 - Notícias

    Com o pensamento em prol dos Jovens Motoristas de Caxias do Sul e Região ,a CDL Jovem visando arrecadar mais fundos, para ampliar a divulgação e as atividades da Campanha Não Quero Morrer no Trânsito, realizará no dia 31 de Julho, domingo ao meio-dia, um almoço na Comunidade Nossa Senhora da Saúde em Caxias do Sul. Os ingressos custam de R$ 25,00 para adultos e R$ 15,00 para crianças até 10 anos. Na oportunidade também acontecerá um tradicional “rifão” com prêmios muito especiais.

   A Campanha Não quero Morrer no Trânsito é uma realização da CDL Jovem de Caxias do Sul e em 2011 está em sua 8ª edição.

   CARDÁPIO do almoço: Salada Verde, Maionese, Galeto, Salsichão, Massa, Pão e Vinho de Mesa.

  Informações e ingressos com Kamila pelo fone (54) 3209-99-81 de Segunda a Quinta em horário comercial.

 


Deixe seu comentário

SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO 2011

Postado em: 11/06/2011 - Notícias

TEMA: Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011/2020: juntos, podemos salvar milhões de vidas.

A Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas, no dia 02 de março de 2010, proclamou oficialmente o período de 2011 a 2020 como a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito a fim de estimular esforços em todo o mundo para conter e reverter a tendência crescente de fatalidades e ferimentos graves em acidentes no trânsito no planeta.

A decisão de adoção de uma campanha decenal mundial teve origem em vários encontros internacionais e consagrou-se no I Congresso Mundial Ministerial de Segurança Viária, realizado em novembro de 2009 em Moscou, onde o Brasil se fez representar.

Em resolução editada pela ONU, decidiu-se que a Organização Mundial de Saúde (OMS) juntamente com outros organismos internacionais, terão a missão de envidar esforços com o audacioso objetivo de reduzir pela metade o número de fatalidades no trânsito mundial. Atualmente, registram-se mais de 1 milhão e 300 mil mortes por ano e milhões de pessoas feridas, algumas incapacitadas permanentemente, atingindo de forma majoritária aquelas na faixa etária de 15 a 44 anos de idade, significativa parcela produtiva da sociedade.

De acordo com sucessivos relatórios da Organização Mundial de Saúde, as perdas provocadas pela violência do trânsito representam uma das maiores preocupações da entidade, caracterizando-se como um problema de saúde pública com proporções epidêmicas. Na avaliação da OMS, será necessário desenvolver e/ou reforçar as ações de prevenção dessa violência em pelo menos 178 países, onde os índices de morbimortalidade no trânsito estão acima do razoável. Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil registra um índice de 18.9 fatalidades por grupo de 100 mil habitantes. Países líderes, alguns europeus e outros asiáticos, registram uma taxa de 5 mortes por 100 mil habitantes.

Naturalmente, a sociedade brasileira – na qualidade de vítima em potencial dessa violência – e muito especialmente a comunidade ligada às atividades de trânsito necessita que os Governos da União, dos Estados e dos Municípios acatem integralmente a decisão da ONU e as recomendações da OMS, implementando imediatamente um plano nacional para reforçar a segurança de trânsito no País.

Nesse sentido, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) elegeu para a Semana Nacional de Trânsito o tema “Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011/2020: juntos, podemos salvar milhões de vidas.”, cujos principais pilares a serem trabalhados são:

  • gestão nacional da segurança no trânsito;
  • infra-estrutura viária adequada;
  • segurança dos veículos;
  • comportamento e segurança dos usuários;
  • atendimento ao trauma, assistência pré hospitalar, hospitalar e à reabilitação;

Embora abrangente, o tema possibilitará que a sociedade civil organizada e  órgãos e entidades do SNT trabalhem de forma objetiva e eficaz atendendo as diversas demandas no sentido de promover a redução de acidentes.

Assim, desde já, espera-se que o tema eleito pelo Contran seja divulgado e trabalhado junto à sociedade.

 

Fonte: http://www.denatran.gov.br/campanhas/semana/2011/snt2011.htm

Deixe seu comentário

ALMOÇO ARRECADAÇÃO DE FUNDOS PARA A CAMPANHA DE TRÂNSITO 2011

Postado em: 04/06/2011 - Notícias

Deixe seu comentário

Serra reduziu em 36,5% os acidentes fatais de trânsito em 2011

Postado em: 12/05/2011 - Notícias

Primeiro quadrimestre do ano registrou 52 mortes

Babiana Mugnol | babiana.mugnol@pioneiro.com

Se você é homem, possui carteira de habilitação, está na faixa etária de 18 a 30 anos e circula pelas rodovias da Serra se enquadra no perfil da maioria dos 52 mortos no trânsito, de janeiro a abril de 2011. A boa notícia é que os acidentes fatais na região sofreram redução em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado. No mesmo período de 2010, foram 82 vítimas. A diminuição é de 36,5%.

A recomendação para sair ileso às estatísticas trágicas no trânsito é fazer como o motorista Tiago Giordani Ferreira, 29 anos. Apesar de se enquadrar no grupo de risco, pela idade e por trafegar diariamente pela cidade, ele nunca cometeu infração alguma de trânsito, tampouco se envolveu em acidentes. Ferreira dirige desde os 18 anos, trabalhou em transportadora, foi motorista de caminhão por cinco anos e, há dois, resolveu se tornar instrutor de autoescola. Queria ensinar outras pessoas a conduzir com mais segurança. 

— O carro é uma arma, que tanto pode ser usada para o bem quanto para o mal. Precisamos saber como utilizá-la de modo correto — compara o instrutor.

Mais do que ensinar, Ferreira prefere dar o exemplo.

— Não é difícil evitar infrações. Eu procuro planejar a viagem com antecedência e sempre de dia por causa da visibilidade, me informar sobre as condições da estrada, verificar a mecânica do carro, usar cinto, respeitar sinalização, limites de velocidade e outras regras... Mas o mais importante é ter paciência. As pessoas não podem sempre andar atrás do relógio, nem levar os problemas para trás do volante — ensina o prudente motorista.


Fonte:

http://www.clicrbs.com.br/pioneiro/rs/plantao/10,3307347,Serra-reduziu-em-36-5-os-acidentes-fatais-em-2011.html

Deixe seu comentário

Campanha 2010 cumpre seu objetivo

Postado em: 25/10/2010 - Notícias

De acordo com Ramon Scariot, presidente da CDL Jovem, a 7ª edição da campanha atingiu diretamente 2 mil pessoas. Foram cerca de 500 motoristas atendidos no Pit Stop da Porto Seguro onde ocorreu a verificação dos itens de segurança dos veículos no dia do lançamento. Foram mais de mil alunos que participaram do Papo Franco em três colégios da cidade – na Escola Estadual Henrique Emílio Meyer, na Escola Imigrante e  no Colégio Cristóvão de Mendoza, além do público jovem freqüentador das casas noturnas que aderiram a campanha (La Barra, Boteco 13, Arena Country Bar e Pepsi Club). Os garçons vestiram a camiseta da campanha e os usuários puderam conferir o teor alcoólico nos bafômetros disponibilizados na entrada pela CDL Jovem. Conforme Marcos Gava, coordenador da campanha, “os gerentes dos estabelecimentos ficaram impressionados com as filas que se formavam para usar o equipamento e verificar o antes e o depois da festa. Muitos jovens, depois de usar o bafômetro, foram para casa de táxi”, afirmou Gava.

Outra ação marcante no período dos oito dias de campanha foi a simulação de um acidente com vítima fatal organizada pela Prefeitura Municipal de Caxias do Sul através da Coordenadoria da Juventude dentro do programa “Lazer sem embriaguez”.  De acordo com Hernest Larrat dos Santos Júnior – titular da Coordenadoria da Juventude, “quem assistiu a simulação repensou o comportamento no trânsito”.

A campanha de conscientização “Não quero morrer no trânsito” tem o objetivo de mostrar aos jovens de 18 a 35 anos – que os acidentes costumam deixar marcas.

A campanha foi uma ação da CDL Jovem com o patrocínio da Visate e da Porto Seguro Companhia de Seguros Gerais. Contou com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul através da Secretaria de Trânsito, Transportes e Mobilidade e da Coordenadoria da Juventude, Secretaria de Esporte e Lazer e Secretaria do Meio Ambiente.

Deixe seu comentário
< 2 3
4
5 6 7 >
 

Campanha Não Quero Morrer no Trânsito © 2008
Todos os direitos reservados.
Contato - Mapa do Site - Sobre o Site

Realização

CDL JOVEMCDLSPC

Patrocínio
VISATE

REALIZAÇÃO

Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul Câmara de Desenvolvimento Lojista Jovem de Caxias do Sul

PATROCÍNIO

     

MULTIMÍDIA

VIDEOS
Que Motorista... HeHeHe A Imprudência Não Tem Hora Telefone e Direção não combinam

Uma seleção de vídeos institucionais, educativos, divetidos e de acidentes.

->VEJA +

FOTOS

Confira nesta seção diversas fotos sobre a campanha e também sobre de acidentes...

->VEJA +

 
X-NEO Sites Inteligentes